sexta-feira, 11 de maio de 2018

Frases da Rochele




Garoto, eu vou te bater tanto que você não vai nem sentar.

Ai meu deus,eu vo pegar o xarope!

Tô reconhecendo ele sim, mas amanhã ninguém vai reconhecer,obrigada.

Eu não preciso disso, meu marido tem dois empregos !

Vai lá pra cima que eu vou te esquentar!

Tá com cara de quem vai aprontar.

Tônia: Mãe cadê o Chris ?
Rochelle: ele perdeu a Bicicleta dele, chutei ele pro espaço e ele só volta na terça!

É melhor você tirar notas melhores do que essa, porque se não, eu vou tirar as ceras do seu ouvido no tapa, entendeu?

Tonia disse: Esse cereal vem com brinde? "CALA BOCA MENINA E COME LOGO, o brinde é você não morrer de fome!

Você estava vendendo droga? Como eu vou saber onde você esta se você nao der uma de E.T. e ligar pra casa?"

Presidiária: Tá em cana por que ?
Rochelle: Arranquei fora o nariz do meu filho

Quem quer brincar de arrumar a droga dessa casa ?

Professora: Eu queria saber onde a Tonya aprendeu esse comportamento.
Rochelle: Ela aprendeu com essa mão que eu vou socar a sua cara.

Fonte: http://gabrielvoyage.blogspot.com.br/2014/05/frases-da-rochelle-rock.html

Ensinamentos das mães de antigamente...




Para lembrar, e rir. Rir não!!! Rolar de rir!!!

Coisas que nossas mães diziam e faziam...

Era uma forma, hoje condenada pelos educadores, mas funcionou com a gente e por isso, somos pessoas de bem, não saímos calculando a morte dos pais, ajudando bandido a sequestrar a mãe, não nos aproveitamos dos outros, não pegamos o que não é nosso, respeitamos o próximo, sabemos valorizar tudo que temos, sabemos usar as palavras "mágicas", aprendemos o verdadeiro sentido do respeito e sabíamos conversar...

→ Minha mãe ensinou a VALORIZAR O SORRISO...
"ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!"

→ Minha mãe me ensinou a RETIDÃO...
"EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!"

→ Minha mãe me ensinou a DAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS...
"SE VOCÊ E SEU IRMÃO QUEREM SE MATAR, VÃO PRA FORA. ACABEI DE LIMPAR A CASA!"

→ Minha mãe me ensinou LÓGICA E HIERARQUIA...
"PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM! PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?"

→ Minha mãe me ensinou o que é MOTIVAÇÃO...
"CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA VC CHORAR!"

→ Minha mãe me ensinou a CONTRADIÇÃO...
"FECHA A BOCA E COME!"

→ Minha Mãe me ensinou sobre ANTECIPAÇÃO...
"ESPERA SÓ ATÉ SEU PAI CHEGAR EM CASA!"

→ Minha Mãe me ensinou sobre PACIÊNCIA...
"CALMA!... QUANDO CHEGARMOS EM CASA VOCÊ VAI VER SÓ..."

→ Minha Mãe me ensinou a ENFRENTAR OS DESAFIOS...
"OLHE PARA MIM! ME RESPONDA QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!"

→ Minha Mãe me ensinou sobre RACIOCÍNIO LÓGICO...
"SE VOCÊ CAIR DESSA ÁRVORE VAI QUEBRAR O PESCOÇO E EU VOU TE DAR UMA SURRA!"

→ Minha Mãe me ensinou sobre GENÉTICA...
"VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!"

→ Minha Mãe me ensinou sobre minhas RAÍZES...
"TÁ PENSANDO QUE NASCEU DE FAMÍLIA RICA É?"

→ Minha Mãe me ensinou sobre a SABEDORIA DE IDADE...
"QUANDO VOCÊ TIVER A MINHA IDADE, VOCÊ VAI ENTENDER."

→ Minha mãe me ensinou RELIGIÃO...
"MELHOR REZAR PARA ESSA MANCHA SAIR DO TAPETE!"

→ Minha mãe me ensinou o BEIJO DE ESQUIMÓ...
"SE RABISCAR DE NOVO, EU ESFREGO SEU NARIZ NA PAREDE!"

→ Minha mãe me ensinou CONTORCIONISMO...
"OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!"

→ Minha mãe me ensinou DETERMINAÇÃO...
"VAI FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMER TODA COMIDA!"

→ Minha mãe me ensinou habilidades como VENTRÍLOGO...
"NÃO RESMUNGUE! CALA ESSA BOCA E ME DIGA POR QUE É QUE VOCÊ FEZ ISSO?"

→ Minha mãe me ensinou a ESCUTAR...
"SE VOCÊ NÃO ABAIXAR O VOLUME, EU VOU AÍ E QUEBRO ESSE RÁDIO!"

→ Minha mãe me ensinou a TER GOSTO PELOS ESTUDOS...
"SE EU FOR AÍ E VOCÊ NÃO TIVER TERMINADO ESSA LIÇÃO, VOCÊ JÁ SABE!..."

→ Minha mãe me ajudou na COORDENAÇÃO MOTORA...
"JUNTA AGORA ESSES BRINQUEDOS!! PEGA UM POR UM!!"

→ Minha mãe me ensinou os NÚMEROS...
"VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER VOCÊ LEVA UMA SURRA!"

Brigadão, Mãe!!!
Eu não virei bandido...
Graças a DEUS na minha época não existia este tal de Estatuto da Criança (🙄).
Se você foi criado assim, compartilhe 👍😂

Entrevista com crianças sobre suas mães


""Entrevista realizada com crianças de 7 e 8 anos de idade sobre suas mães, cursando o ensino fundamental da Espanha. As respostas abaixo foram consideradas as mais interessantes.

*QUEM É O CHEFE DA SUA CASA?
1. Acho que a minha mãe, porque ela tem muito mais coisas a fazer do que meu pai

*POR QUE DEUS FEZ O DIA DAS MÃES?
1. Porque elas são as únicas que sabem onde estão as coisas em casa

*COMO DEUS FEZ AS MÃES?
1. Com mágica, super poderes e misturou tudo muito bem

*QUE INGREDIENTES ELE USOU?
1. Nuvem, cabelo de anjo e tudo de bom que há no mundo e uma pitada de mal

*POR QUE DEUS TE DEU SUA MÃE E NÃO OUTRA MÃE?
1. Porque Deus sabia que ela seria mais minha mãe do que outras mães

*POR QUE SUA MÃE SE CASOU COM SEU PAI?
1. Minha avó diz que é porque ela não pensou direito.

*QUAL A DIFERENÇA ENTRE AS MAMÃES E OS PAPAIS?
1. As mamães trabalham no trabalho e em casa, os papais só vão ao trabalho
2. As mães sabem falar com as professoras sem assustá-las
3. Os papais são mais altos e fortes, mas as mamães tem o verdadeiro poder porque você tem de pedir pra elas quando quer dormir na casa de um amigo
4. As mães são mágicas porque elas fazem você se sentir bem sem remédio

*O QUE SUA MÃE FAZ NO TEMPO LIVRE?
1. Mães não têm tempo livre

*SE VOCÊ PUDESSE MUDAR ALGO EM SUA MÃE, O QUE SERIA?
1. Eu queria que desaparecessem os olhos invisíveis que ela tem atrás da cabeça…"


Feliz semana das mães, porque um dia é pouco!

Fonte: Desconhecida

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Aproveite o amor de pertinho...


FILHOS...💕

Aproveite o amor de pertinho...

Um dia, assim, do nada, ele vai parar de chamar pra dar o beijo e fechar a janela antes de dormir.
Um dia assim... Do nada.
Ele vai trancar a porta do banheiro pra tomar banho, vai estudar sozinho pra prova, vai receber a ligação de um amigo.
Vai ligar o microondas e esquentar o próprio leite de manhã.
Um dia, ele vai fazer um bolo pra você e a própria panqueca.
E vai compreender, sem chorar ou reclamar, que não precisa de outra mochila pra começar o ano escolar.
Ele vai parar de deixar todos os brinquedos espalhados pela casa... Porque não vai mais brincar tanto.
Um dia, sem avisar, ele vai crescer. E você vai se orgulhar de quem ele é agora. Da semente que plantou. Vai olhar e ver que tudo que fez compensou, valeu a pena.

Mas até lá, aproveite o cansaço de ninar o seu bebê todos os dias, aproveite a falta de espaço na cama com seu filho no meio, aproveite enquanto cabe todo mundo na cama.
A falta de tempo e energia pra namorar.
Aproveite a desobediência, aproveite o barulho, o cheiro, o andar tropeçando em brinquedos.
Aproveite o trabalho, a preocupação, a tarefinha da escola, o bilhetinho de dia das mães.
Aproveite o amor de pertinho, enquanto eles são crianças...
Um dia você vai lembrar que ele não te chamou pra dar o beijo na hora de dormir e vai lembrar que ele só gostava de dormir no colinho, ou na sua cama...
Seu coração vai apertar e você vai chorar...
Eu chorei... Mesmo adorando tudo que ele é agora, amando tudo que ele faz e a relação que temos hoje.
Mas ele não cabe mais no colo, só no coração mesmo...

Fonte: Facebook - Quem ama Sempre educa

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Leis de Murphy para mamães


Fonte: http://blogdamamalu.blogspot.com.br/2015/10/lei-de-murphy-para-as-maes.html

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

A Maternidade


por Rafaela Carvalho

Não se escuta do obstetra nem do pediatra. Passa batido pelo chá de bebê. Não está nos livros, não se aprende nas classes. Até a mais incrível das amigas falha ao tentar explicar. Não, não vim falar do amor.
É sobre a importância.
Bem vinda a maternidade, onde um ser de 50 centímetros que não aguenta segurar o próprio pescoço precisa de você.
Você.
Você com o abdômen recém cortado ou com o períneo extremamente magoado (leia-se pê da vida).
Você sem saber segurar direito, amamentar direito, trocar fralda direito, dormir direito.
O bebê precisa de você.
Você.
Você com baby blues no coração, nas olheiras, no cabelo preso de qualquer jeito.
Você admirando a perfeição do rosto adormecido, com medo da falta de liberdade, soluçando ao sentir o vazio.
O bebê precisa de você.
Você.
Você com o seio mais duro do que o seu bumbum jamais será, morrendo de medo da primeira ida ao banheiro (nº 2), e com o coração transbordando amor.
Você dormindo em pé, torcendo para o corpo voltar, e para "pelamordedeus" pararem de palpitar.
O bebê precisa de você.
Você.
Você fazendo arrotar, andando de lá pra cá, embalando depois da mamada das ‪3:48‬. Cansada, frustrada, completa.
Você sem saber como sobreviveu a noite passada, a primeira semana, o primeiro mês, o primeiro ano.
O bebê precisa de você.
Você.
Você tentando consolar, e amar, e fotografar, e viver, e lembrar.
A cólica precisa de você, o choro, o trocar, o alimentar, o banhar, o cuidar.
O bebê precisa de você.
Você.
Você rezando para que a madrugada acabe, mas implorando para que o tempo passe mais devagar.
Ah o tempo... É ele quem devagarinho traz outras coisas que precisam de você.
O sorriso precisa de você, o abraço, o olho no olho, as gargalhadas precisam de você.
O "mamãe eu te amo" precisa de você, o dividir alegrias, o soprar as velinhas, o "olha mamãe" precisa de você.
O amor precisa de você, as emoções, os primeiros passos, o frio na barriga precisa de você.
E como nos filmes onde no final tem uma revira-volta, a gente cai na real.
A partir do momento que você segura o seu bebê no colo, na eternidade do sopro no ouvido "tá tudo bem, a mamãe tá aqui", acontece.
Você precisa do bebê.
Você.
Texto retirado do livro 60 dias de Neblina, da autora Rafaela Carvalho.

Fonte: Facebook - A Maternidade por Rafaela Carvalho

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Para a mãe cansada...


As vezes, parece que ninguém nota os esforços diários de uma batalha materna. Ninguém nota as madrugadas insones, os choros contidos, os banhos não tomados, o almoço quente e saboroso que se transformou em um pão com manteiga e um café gelado. Ninguém nota quando a mãe está trabalhando no limite da exaustão. Seja limpando, educando ou emprestando um imenso pedaço de si para manter aquele pequeno em perfeitas condições.
Por trás de um filho feliz, existe uma mãe com um coque no cabelo, roupa amassada e... cansada. Por trás de um filho feliz, existe um trabalho pesado que ninguém (ou quase ninguém) ousa se importar.
A maternidade é uma profunda, dolorosa e imensa doação de si mesmo.
A maternidade é uma jornada para valentes, lugar de gente corajosa que se aventura na batalha de criar um ser humano independente: dando limites, emprestando as suas noites de sono, multiplicando as forças e amando-os para sempre, mesmo quando eles nos levam a loucura.

A maternidade é essa insana e profunda doação do nosso próprio coração. E mesmo quando ninguém nota, lá está ela - a mãe, doando o seu corpo, multiplicando o seu amor, dividindo os seus sorrisos e vivendo na mais completa e feliz exaustão. Porque toda mãe sabe que a melhor recompensa, para tanto cansaço, já está em suas mãos!

Eu estou cansada, acredite! Mas jamais cansada de ser mãe. ❤